sábado, 19 de setembro de 2009

Passados 60 anos, "O Terceiro Homem" mantém-se no top do imdb, facto que achei peculiar, uma vez que os filmes que se encontram no top 250 do imdb reflectem demasiado os filmes mais recentes e as respectivas receitas de bilheteira, deixando de lado muitos filmes de qualidade e clássicos.

O facto do filme ainda hoje ser conhecido pode (e isto é apenas a minha humilde opinião) ser devido a três factores chave: a música de Anton Karas; Orson Welles; e a atmosfera do filme, filmado num preto e branco prodigioso, bem como aqueles ângulos marados. A película respira uma estranha modernidade para o ano de 49, parecendo antever coisas que iriam só acontecer na década de 60. Ontem como hoje, "The Third Man" parece um filme em que continuamos sempre a descobrir novos pormenores, e em que nunca descobrimos todos os significados. Deixo-vos o espantoso final.

Sem comentários: