sábado, 14 de novembro de 2009

Peeping Tom / A Vítima do Medo


Peeping Tom é do mesmo ano de Psycho de Hitchcock. Apesar de ser realizado de forma mais clássica e menos interessante por parte de Michael Powell, a temática do filme e a psicologia das personagens é tão ou até mais interessante do que o filme de Hitch.
A história é sobre um assistente de câmara serial killer que gosta de filmar as suas vítimas enquanto as trucida com uma navalha escondida no seu tripé, que é também o instrumento do seu trabalho.
A personagem de Mark, com o seu passado terrível, completo com abuso sexual e o facto de haver vivido num constante big brother, é um personagem principal ainda mais complexo que Norman Bates. O facto de ser cinéfilo, desafia-nos a nós, espectador, na nossa impassibilidade e voyeurismo, enquanto estamos complacentemente sentados no escuro assistindo aos assassinatos.

Um dos maiores filmes que já se fizeram e que se farão.

2 comentários:

Victor Afonso disse...

Sem dúvida, uma obra-prima. E nunca tinha pensado que é do mesmo ano de outra obra-prima, "Psycho" do mestre Hitch.

Ricardo Martins disse...

Olá, Victor. É uma honra receber a tua visita no meu humilde estaminé. Sê bem-vindo.