domingo, 10 de janeiro de 2010

Estaremos todos a caminhar para o fim do mundo?


Após descobrir o artigo de hoje do Público, graças ao Dias Úteis do mestre Pedro Ribeiro (dado que eu já não leio a imprensa diária); quero apenas deixar uma breve e forte mensagem a todos os jornais do mundo, principalmente à imprensa portuguesa, e aos simpáticos jornalistas, que diariamente fazem pela vida, para nos dar notícias deprimentes, que dão ímpeto a muita gente de se suicidar:

VÃO-SE FODER E MORRAM LONGE, SEUS INÚTEIS!!!

2 comentários:

João Franco disse...

o problema da sociedade é que tem uma visao lego de todas as pessoas. As pessoas sao vistas como numeros, peças de um jogo e nao como seres.
O problema nao é de hoje, nem de ontem, é de mentalidades. E o problema é que continuamos a repetir as mesmas ''mentalidades''...
É obvio que os miudos de hoje so pensam no presente porque sao inundados por : um lado sao empurrados para um mundo cinzento e que nao lhes diz nada; por outro as noticias nao lhes dao esperança de nada.
Ha algum tempo um senhor com um cancro terminal recebeu um medicamento e melhorou quase a 100%, ao sair nas noticias 4 meses depois que o medicamento tinha sido um fiasco, o que aconteceu aquele homem....sim, a doença voltou.
Isto importa dizer que o mundo que vemos, lemos e ouvimos é uma ilusao, o mundo verdadeiro pode ser construido, atraves dos nossos sonhos e acçoes.
A primeira coisa a entender é : Nao somos numeros, nao somos legos que tem de se encaixar matematicamente, somos PESSOAS!!!

Ricardo Martins disse...

Bem verdade, Johnny. É revoltante como diariamente nos tentam impingir uma abstracção a que chamam de "realidade", quando a mesma é apenas a criação mental de alguns, que nos tentam impô-la como verdadeira, para sua vantagem.

Quase tudo o que vemos e ouvimos, tirando os contactos com a Natureza e pouco mais, são manipulações para nos induzir a uma reacção x, y ou z; e é isso que a maior parte das pessoas não se apercebe, indo na cantiga catastrofista dos noticiários televisivos.

O resultado? As pessoas ficam paralisadas pelo medo, e/ou convencidas de que qualquer esforço é inútil. É urgente cuspir em cima dos pivots, dos jornalistas, dos políticos - estão todos conluíados para reduzir as pessoas a meras marionetas.