quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Crítica de cadeiras

Este é, de facto, um link interessante, que descobri graças ao Cinema Notebook. Só há uns poucos quesitos que não concordo com o jornalista, José Couto Nogueira:

- Ele pode estar mais ou menos certo em termos da decoração da Cinemateca (de facto, havia potencialidades para um espaço mais estético), mas a programação é de longe a melhor da cidade, o que acaba por compensar quase todos os handicaps.
- Ele despreza um pouco o Monumental. Apesar de aquilo não ter átrio, há que não esquecer que a projecção é bacana, o pessoal empregado dá um bom atendimento (e vê-se que percebem de cinema), e o público que o frequenta é civilizado, algo que não se poderá dizer de outros cinemas em centros comerciais.
- O El Corte Ingles até pode ter boas salas, mas aquele fast food todo e restaurantes, antes de lá chegarmos... é simplesmente um big NO NO para mim.
- Se quisermos ir ao Colombo, é desesperante termos que atravessar meio shopping, isto se não nos perdermos no meio de tanta rua de consumismo desbragado. Para ir lá ver um filme, temos que ir num dia em que estejamos cheios de energia para enfrentar dezenas de elementos distratores que nada têm a ver com a Sétima Arte.
- Em relação ao Vasco da Gama, até pode dar a oportunidade de visitar o Parque das Nações, mas é muito mais afastado do centro da cidade, logo só favorece quem mora para aquelas bandas.

3 comentários:

João Franco disse...

Um dos melhores atributos do Monumental é ser central, é um centro comercial calmo, e como tu dizes, e Bem, é frequentado por pessoas calmas, civilizadas e instruidas.

O Residence é para mim o Monumental2... Tem um senao de se sentir o metro, mas por vezes é giro. Quando se ve as cenas de guerra do Gladiador e sentir tudo a tremer, parece um cinema do futuro :D

O Corte Ingles tem para mim o unico beneficio é de ter cartao de cliente, o que me agranja descontos...

O colombo em termos de cinema é para mim um dos piores. É frequentado por miudos estericos, aos berros, sem respeitar ninguem...

O Vasco da gama para mim n apresenta beneficios. Fica longe, n tem nada que me atraia, e das vezes que la fui já assisti a coisas que nem no colombo assisti, como roubos e uma mulher ter sido ameaçada de morte....
No entanto para quem mora perto deve ser um sitio calmo e interessante.

A cinemateca é a unica que exibe filmes de excelencia. Só tenho pena de nao terem sessoes por volta das 13h30!!! O restaurante é fixe, com o unico senao de ser caro....

O King é um cinema fixe. Mas esqueco-me sempre dele....

O Alvalaxia é o que fica mais perto de mim...mas akilo é assustador. 50% das lojas originais desapareceram, só la passam parias e pessoas de aspecto dubio. Lembro-me de la ir ver um filme, na altura em k a minha hipocondria tar ao rubro tar sempre com a mania de ser espetado a qualquer momento por uma agulha ''benvindo ao mundo da sia''.... :D :D

O artigo fala do Classic Alvalade mas nunca la fui, nao posso falar..o mesmo do londres e do amoreiras. Se bem que axe a zona do Londres uma zona interessante...

Ricardo Martins disse...

Surpreende-me teres visto pessoas serem roubadas no Vasco da Gama, aquilo sempre me pareceu mais ou menos sossegado.

O cinema Londres é dos meus espaços favoritos, apesar de só ter 2 ou 3 salas. É muito confortável, com um restaurante/bar muito acolhedor, e está numa zona em que não me importava nada de viver.

Só fui ver filmes às Amoreiras umas 2 vezes, e não chegou para formar uma opinião.

Quanto ao Alvalade nunca lá fui.

João Franco disse...

No Vasco da gama foi surreal.
Foi no tempo da Vera, prai em 2003/2004. Ela foi a Sportzone e uma mulher em panico pk um homem andava a segui-la pelo centro e ali dentro tinha a ameaçado !!!

Quando ia a sair, iam os seguranças atras de dois gajos k tinham roubado...

Voltei ja la umas 2 vezes, ja axei mais calmo.