segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Mais uma vez, os perigos do jornalismo televisivo

O João Lopes escreveu um texto interessante, sobre a necessidade dos jornalistas em encontrarem com suposta celeridade quem tem razão e quem não tem, quem são os culpados e quem está livre de suspeita. Para além de Judite de Sousa, também Fátima Campos Ferreira, mesmo sendo uma excelente profissional, também cai frequentemente nesse erro, de procurar soluções rápidas para tudo e assumir um papel salomónico/maternal, no seu Prós e Contras.

Cada vez estou mais certo da minha teoria que, o maior perigo que o nosso país enfrenta não é o governo/s, mas sim a manipulação informativa.

Sem comentários: