sábado, 10 de julho de 2010

Como funciona a minha mente

Comecei agora a ler o Filhos da Matriz, de David Icke, e se a maior parte das pessoas preferem fazer troça dele e das suas teorias reptilianas, eu continuo a dar-lhe uma certa importância. Icke é pura e simplesmente um tipo que não se conforma, e não devemos levar à letra a conversa dos répteis, mas sim como uma alegoria de como o mundo está organizado (e poucos têm a coragem de ver o mundo com atenção).

Ao mesmo tempo, ler o livro permitiu-me repensar em temas que eu há algum tempo não pensava, questionar coisas que as pessoas consideram sagradas, e adoptar uma postura menos de carneiro e mais como ser humano. O livro permitiu-me re-atingir o estado de purificação máximo da minha mente, que é precisamente o estádio que eu preciso para reorganizar a minha vida, varrendo o que está mal e dando valor aquilo que tenho feito de bem.

Eu diria que a generalidade da minha existência se resume a mais ou menos isto:

1) Fase de repensar e de concretização de objectivos;
2) Fase de análise. Esta é uma fase distanciada, fria, em que eu observo objectivamente tudo o que fiz de bem e de mal. Se fiz mais de bem, continuo nas fórmulas que usei. Se fiz mais coisas de mal, tenho de repensar tudo e purificar a minha mente completamente - é nessa altura que a minha mente mais se assemelha a uma árvore despida de folhas, no Outono; e é o momento em que eu estou mais aberto à mudança.
3) Regresso à fase de concretização

1 comentário:

Joao Franco disse...

O blog tem uma pintura fantastica.

Gosto muito da parte do Icke que explora o lado humano ( como dizes vou menos a bola com teorias conspiratorias).
E a verdade é que a Sociedade tornou-se uma prisao.

No livro que me ofereceste, Anatomia do Espirito, a autora diz que a nossa biografia torna-se a nossa biologia...ou seja aquilo que vivemos, que pensamos, que cremos, que fazemos torna-se verdadeiramente real para o nosso corpo e para a nossa vida.

Isso leva tambem a pensar que ñao podemos ficar apenas com as historias dos outros, a historia que nos contaram, com os preceitos que devemos seguir, com a moral, mas sim com essa parte nossa, que Vibra dentro de nos, e que nos pode libertar....

Como bem dizes devemos repensar tudo, ver o que fizemos e escolher.....