sábado, 3 de julho de 2010

Regresso à infância (IV)


Deixo aqui uma das cenas que mais admiro de um dos meus filmes de infância, que considero estar injustamente esquecido - Flash Gordon, a versão de 1980.

Nesta cena, Flash (interpretado pelo actor-boneco inexpressivo Sam J. Jones) enfrenta o príncipe Barin, interpretado pelo mestre Timothy Dalton (vénia agora), numa plataforma giratória com picos.

O vídeo acaba com a morte de Klytus, conselheiro de Ming, numa interpretação do fabuloso e esquecido Peter Wyngarde (um dos meus actores favoritos dos 60s); e com uma mensagem de esperança na luta contra a opressão do ditador. Por vezes, devemos unir-nos às pessoas de quem não gostamos tanto, para combater um mal mais poderoso - uma bela filosofia para o mundo de 1980 e de hoje.

O imaginário da década de 80, conjugado com a nostalgia dos old serials, com um punhado de actores brilhantes (Von Sydow, Brian Blessed), mais a música de Howard Blake e dos Queen, traz-me à memória recordações bem queridas.

Sem comentários: