domingo, 26 de setembro de 2010

O affair rtp 2

Longe vão os tempos em que a rtp 2 fazia serviço público. Disso já não tem nada, neste momento, tanto a rtp 1 como a rtp 2, procuram ter o máximo de audiência com o mínimo de serviço público, como diz e bem Eduardo Cintra Torres.

Entretanto, o Luís Mendonça e o meu amigo Miguel Domingues lançaram uma petição para uma melhoria da programação de cinema no canal, na qual se inscreveram alguns famosos como Inês de Medeiros e Gonçalo Waddington.

Eu fui dos primeiros a inscrever-me, não acreditando muito que o meu minúsculo nome pudesse surtir algum efeito nos programadores do canal. Mas, ao contrário de Cintra Torres, eu fui movido por outro instinto - pela que eu ainda tenho que isto um dia venha tudo a mudar, e a que as pessoas abram os olhos acerca do que andam a fazer com o nosso dinheiro na TV.

Uma televisão que se diz pública não pode usar o nosso dinheiro para comprar filmes como Harry Potter e Homem Aranha, trazendo lixo atrás que é atirado ao calhas pela grelha. Uma televisão que se diz pública deve servir primariamente o povo a quem ela é subordinada - o povo português.

Sem comentários: