domingo, 27 de fevereiro de 2011

Double bill simultânea

Ontem estavam a dar dois filmes memoráveis de duas épocas completamente diferentes - Cleópatra na RTP Memória, que já havia visto, e Monster no Hollywood, que apenas conhecia o final.
O meu serão foi feito a zappar entre duas fantásticas actrizes - Elizabeth Taylor no auge da sua beleza, e Charlize Theron, no auge da sua fealdade, caracterizada para parecer uma serial killer famosa.
Se Cleópatra foi o filme que levou a Fox à ruína e precipitou o fim do sistema de estúdios, o tempo serviu para amenizar um bocado a má fama que tinha. Visto hoje, Cleópatra é um fascinante documento histórico (e que toma algumas liberdades históricas!), onde vemos alguns dos maiores actores que pisaram a face da terra, tanto americanos como ingleses - Rex Harrison, Richard Burton, Carol O' Connor, Roddy McDowall, Martin Landau, Hume Cronyn.
Monster é um aterrador filme que nos leva a identificar-nos com uma serial killer, algo que jamais pensaríamos ser possível. Charlize recebeu merecidamente a estatueta dourada.

Sem comentários: