domingo, 20 de março de 2011

25 anos de Chernobyl

Vi agora a reportagem da Sic. Passado um quarto de século, crianças que nasceram anos depois do acidente, estão doentes para a vida inteira, devido às radiações.

Agora o Japão, um país líndissimo, está ameaçado pela destruição.

Face a estes eventos, só me ocorre sublinhar que o homem pode ser o maior inimigo dele mesmo. E, devido à sua ganância, é capaz de hipotecar o futuro das gerações seguintes.

Sem comentários: