quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Non disturbare



Pois tenho estado a jogar Murder on the Orient Express, a versão em pc da obra homónima de Agatha Christie. Não é para pessoas impacientes que só querem acção, este é um jogo com muitos diálogos e pouco movimento; mas se forem (tal como eu) grandes fãs da ficção da autora, esta é uma oportunidade imperdível de revisitar os universos misteriosos e as personagens dúbias criadas pela maior escritora de policiais de sempre.

Sem comentários: