sábado, 8 de junho de 2013

Cross of Iron


Realizado em 1977 pelo senhor Sam Peckinpah, e finalmente visto hoje após muitos anos de espera.

É grande, é um filme enorme apesar de ter pouco mais de 2 horas de duração. Misturando actores que poderiam facilmente destoar num filme passado no lado alemão - eu por exemplo, tremi quando vi os britânicos James Mason e David Warner como oficiais alemães - mas o filme está de tal forma bem dirigido que rapidamente aceitamos aquilo que está a acontecer como verdadeiro.

Aliás, no seu registo ultra-realista, o filme fez-me lembrar muito outro brilhante filme de guerra, Idi i Smotri (Vem e Vê).

segunda-feira, 3 de junho de 2013

O Passado e o Presente


Finalmente consegui ver este Sábado e foi uma agradável surpresa. Oliveira é uma espécie de Buñuel mais dócil, mas com um sentido de humor muito próprio. Quem gostou d' O Charme Discreto da Burguesia irá certamente apreciar este. Chamo a atenção para a esplêndida direcção de actores em que ele consegue nivelar os amadores com os profissionais.